Igor e o cat sitting mais longo

No cuidar há uma interação genuína e incondicional em tratar o outro, um simples gesto que revela o melhor de nós próprios. O gatinho Igor veio provar isso mesmo.

Contemplamos cada passo, desfrutamos de cada momento e descobrimos que a ação de cuidar é a essência do amor que vive dentro de cada coração.

O Igor chegou cá a casa e vinha para ficar por um período curto de tempo, no entanto como a sua dona precisou de fazer obras na sua casa, o gatinho acabou por ficar comigo vários meses. Foi uma experiência de grande riqueza mútua pois construímos uma relação de grande amizade. Era uma satisfação entrar em casa e vê-lo sentado ao pé da porta à minha espera e tê-lo a ronronar no meu colo quando me sentava no sofá a descansar. Ele foi muito feliz aqui e eu também por tê-lo durante todo esse tempo comigo.

Aprendemos muito juntos e para a dona foi uma ajuda preciosa como é de calcular neste tipo de situações.

O Igor era um gato cinzento de pelo macio e brilhante só lhe faltava falar, era um grande animal de companhia. Na altura não tive como documentar em vídeo as suas inteligentes brincadeiras de gato caçador, o que é uma pena pois tinha brincadeiras únicas que não voltei a encontrar noutros gatos.

A dona vinha visitá-lo com muita frequência para que ele não se esquecesse dela.

No dia em que o Igor se foi embora houve um grande vazio nesta casa, sentiu-se a falta deste querido gatinho a passear-se por aqui.

Continuei a receber notícias do gatinho e a visitá-lo de vez em quando. Há amizades que se criam, neste caso que se fortalecem por partilharmos gostos em comum:  o de adorarmos e estimarmos muito estes bichinhos tão fofinhos.

Ana Castanheira

 

Saiba mais sobre o serviço de cat sitting.

 

 

Adicione o seu comentário

Contactos
todos os dias
917 055 346